Como fica o uso do Ar-Condicionado na “Retomada Consciente”?



Este é o nome do plano que prevê a flexibilização da quarentena mediante alguns critérios definidos, pela Secretaria Estadual da Saúde e pelo Comitê de Contingência para Coronavírus, com isso teremos uma retomada gradativa ao convívio em diversos espaços comuns como: Indústria não essencial, construção civil, escritórios e outros.


Segundo o Governo do Estado de São Paulo, no início da pandemia no país (15 de março), São Paulo era responsável por 68% dos casos de coronavírus no Brasil. Hoje, essa taxa recuou para 22%. Sendo que esta queda foi atribuída ao sucesso das medidas de distanciamento social.


Este plano do governo compreende cinco fases, onde cada uma corresponde a uma etapa da epidemia. A medida em que cada região atinja determinada fase, é acionada uma maior flexibilização da atividade econômica.




Com o retorno destas atividades, consequentemente um retorno a lugares que passaram por cerca de 2 meses fechados, sem ventilação natural e tão pouco com uso do ar-condicionado, algumas medidas são essenciais, bem como a revisão das taxas de renovação do ar, higienização e a manutenção preventiva deste sistema, devendo seguir as diretrizes do PMOC, para minimizarmos o surgimento de doenças respiratórias, o que pode agravar a saúde, algo problemático em tempos de coronavirus.

Todo cuidado é pouco neste momento, para que esta retomada seja o início de um retorno positivo a nossa vida.

#arquitetura #architecture #projetos #projetoarquitetonico #arquiteturamoderna #gerenciamentodeobras #arquiteturasustentavel #varejo #arquiteturacorporativa #arquiteturacomercial #projetodearquitetura #projetodeinstalações #obras #gerenciamento #diariodeobra #engenhariacivil #construçãocivil #tecnologia #inovação #bim #engenharia

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo